quarta-feira, 25 de fevereiro de 2009

sábado, 21 de fevereiro de 2009

ACAREG - URGENTE!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

Estimados Pais,

A Chefia Regional decidiu prolongar o prazo de inscrição provisória do XXIII ACAREG até ao próximo dia 28 de Fevereiro.

Um ACAREG é sempre um ponto alto da vida de qualquer escuteiro. Este ACAREG é subordinado ao tema “Homens novos para uma nova humanidade”, prevendo-se uma participação de 2000 escuteiros da região de Lisboa. Será realizado no novo campo escutista da região em Ferreira do Zêzere, entre 1 e 8 de Agosto de 2009.

Tendo apenas esta semana para fazer-mos a inscrição dos nossos elementos aos preços mais baratos, decidiu-se comprar na totalidade os títulos de participação (9 por elemento) evitando passar os custos crescentes para as famílias, isto porque quanto mais perto da actividade mais caros serão os títulos. (por título: 10€ até FEV, 12€ até MAR, 15€ apartir de ABR).

Assim decidimos que a inscrição dos nossos elementos será pré-suportada pelo agrupamento e paga faseadamente pelas famílias. Para já pedimos apenas o pagamento de 20€ e a entrega do destacável autorizando a participação e responsabilizando-se a pagar os restantes 70€ até 30 de Junho de 2009. Ficará apenas a faltar o preço dos transportes a pagar em Julho (previsto 20€).

Em caso de desistência a organização do ACAREG não procede a devoluções.

A recepção de inscrições será na Sede na próxima 4ª feira, dia 25 Fevereiro entre as 21.30 e 23.00 horas com o pagamento inicial de 20€ e a entrega da ficha de autorização devidamente preenchido.

Por razões pedagógicas (relacionadas principalmente à experiência necessária em campo) NÃO serão aceites incrições de actuais aspirantes (escuteiros sem promessa na actual secção)

Descarregar a autorização de participação aqui
Descarregar apresentação sobre IMAGINÁRIO ACAREG aqui

e Fátima foi ...

Finalmente aqui estão alguns dos trabalhos produzidos em Fátima!!!
Fotografias no Fotoblog!

Video de lançamento do imaginário (OPERAÇÃO SAULO)
video

Hino 412 (proposta)
Música: Força (Nelly Furtado)
Letra: 412

Vamos começar pelos pequenitos
O seu nome é lobitos
Com o seu patrono, Sto. Estevão
Não há nada que eles temam

A seguir são os verditos
Eles são exploradores
São Mateus o seu patrono
e eles são os vencedores

Refrão:
Djinga n’beure, djinga n’beure,
djinga n’beure, Alfragide está a bombar
Djinga n’beure, djinga n’beure,
djinga n’beure, 412 para amar

Azul é a cor dos pioneiros
e o seu lema é ser feliz
São grandes companheiros
e seguem São Francisco de Assis

Com força e garra nós vamos todos lutar
e que São Jorge nos venha acompanhar
“Caminho do Triunfo” teremos de ler
Os caminheiros depressa se vão erguer

Refrão:
Djinga n’beure, djinga n’beure,
djinga n’beure, Alfragide está a bombar
Djinga n’beure, djinga n’beure,
djinga n’beure, 412 para amar

412 é o nosso grande agrupamento
boas pessoas vamos encontrar lá dentro
São Paulo está cá para nos orientar
e com Deus nosso caminho vamos criar
****************
Ainda é preciso trabalhar algumas estrofes... alguém se oferece?

quinta-feira, 19 de fevereiro de 2009

AVENTURA INDIANA JONES

20h50 e o barco não espera. Do outro lado do Tejo aguarda-nos uma aventura sob o tema Indiana Jones. O grupo dos Exploradores do 412 aproveita a viagem para jantar. A caminhada que nos levou ao PNEC foi tranquila e rápida, desafio que como escuteiros que somos, não temos dificuldade em cumprir.

Chegados ao campo, iniciamos as montagens das tendas. E pouco tempo resta até nos recolhermos. Dada a proximidade da praia, com o silêncio é possível ouvir as ondas do mar.

Alvoradas às 8h em ponto, higiene, pequeno-almoço e, em patrulhas, rapidamente se organizam para dar início às montagens, mesas, pórticos, cozinhas, umas mais ambiciosas do que outras, mas no fim o resultado geral é bom.

É hora de começar a preparar o almoço. Na ementa, Strogonoff. Entre panelas que se viram e carne que cai ao chão, a refeição estava finalmente pronta e os pratos das diferentes patrulhas foram aprovados pelos provadores oficiais em campo: os chefes.

O Raid do início da tarde começa no campo e leva-os até à Cova do Vapor passando pela praia. Com o imaginário das aventuras do Indiana Jones presente, o primeiro posto é o Reino da Caveira de Cristal. De seguida estes Salteadores da Arca Perdida são desafiados a construir um carro com 3 varas e percorrer um pequeno percurso com ele. Seguem Em Busca do Templo Perdido e, como o arqueólogo Indiana Jones, têm que resgatar as pedras roubadas de Shankara. Na Última Cruzada é proposto que cada patrulha desenvolva uma prova de orientação. Entusiasmados, todos superam as diferentes provas e chegam a campo exaustos e já na hora de jantar. Em grupo, o prato escolhido: cachorros quentes.
Com todos os agrupamentos presentes em campo no PNEC, juntamo-nos em volta das chamas para o fogo de conselho. Músicas, peças, risos, palmas, partidas, textos, há espaço para tudo. Chega, no entanto a hora de dormir. A noite está fria mas o cansaço é muito e rapidamente percorremos as horas que separam a noite do dia e, de repente! já são 8h outra vez.

A formatura e hastear da bandeira são novamente em conjunto com os restantes agrupamentos e de seguida damos início às actividades do dia. A proximidade do parque permite-nos aproveitar as estruturas para uma gincana. A prova consistia em fazer um percurso em redes, atravessar uma ponte himalaia e finalmente descer no escorrega. Enquanto aguardavam, as outras patrulhas aproveitavam o slide, a cama elástica e o espaço do parque para brincar. Ainda havia tempo para um jogo, uma adaptação do Assalto ao Castelo ao espaço e materiais disponíveis. Depois, uma pausa para cantar os Parabéns ao aniversariante Francisco Santos.

E sem demora regressámos ao campo onde preparámos a última refeição. Desta feita, Atum à Brás. Em tempo recorde, desmontámos o campo e preparámos a partida. Em passo acelerado voltámos pelo caminho que nos tinha levado ao PNEC. Cansados e carregados, conseguimos fazer o percurso sem demoras mas não foi suficiente para apanhar o barco das 16h30. Uma hora de espera e finalmente entrámos no barco. Com o rio como pano de fundo, chegámos à outra margem onde os pais já nos esperavam ansiosos.
Um balanço? Positivo, claro. Depois de um fim-de-semana com um tempo fenomenal, actividades divertidas e refeições bem confeccionadas, fica a nostalgia de momentos bem vividos. Lá voltaremos.


Daniela Reis - Instrutora da II Secção

sábado, 7 de fevereiro de 2009

EXPLORADORES - AVENTURA

Os Exploradores têm andado a preparar a AVENTURA, com tema Indiana Jones, e iremos acampar nos dias 13, 14 e 15FEV, no PNEC na Costa da Caparica.

No passado sábado reunimos o Conselho de Aventura, onde foi feita a apresentação dos vários projectos de patrulha e onde foi escolhido, o actual tema, o local de acampamento, as ementas , as deslocações, horário de campo, o horário de transportes, construções, as actividades e jogos propostos e o Objectivo da actividade.

Nesta fase da Preparação, a nossa equipe de animação vai ajudar ao enriquecimento pedagógico da actividade tendo por base os Pólos de Desenvolvimento e o Sistema de Progresso.

Objectivo da actividade:
- Melhorar o funcionamento da vida em patrulha e do Grupo;
- Potenciar as habilidades manuais através das construções propostas;
- desenvolvimento do carácter e vigor físico através dos jogos.

Inicio da actividade na Sexta-feira dia 13
20:00 - encontro na Estação Fluvial de Belém
20:50 - partida do barco para a Trafaria (jantar a bordo)
Regresso no Domingo dia 15
16:30 - barco para Belém (avaliação)
17:30 - chegada a Belém.
««»»
- Os elementos devem apresentar-se impecavelmente Fardados, com Chapeu BP e ou Bone de campo.
- Nao devem levar Sapatilhas, Telemoveis, jogos electronicos, etc, etc.
- Tenham atenção com a alimentação dos vossos filhos evitando colocar-lhes na mochila alimentos pouco saudáveis e refrigerantes com muito açúcar;
- Se precisarem de contactar os vossos filhos, liguem para os Dirigentes, cujos contactos poderão ser fornecidos no início da actividade;
- É também importante que eles se desliguem um bocadinho do "mundo exterior" e vivam intensamente a Actividade;
- Devem ir bem agasalhados, com gorro de lã, luvas, etc;
- Não façam a mochila do vosso filho sem que ele esteja presente, pois ele deve saber o que leva para a actividade, para que não fiquem, como habitualmente, diversos objectos perdidos. O ideal seria que cada explorador fizesse a sua própria mochila, assim também lhe estão a atribuir responsabilidade pelo zelo das suas coisas;